Uma chance…

21 fev

sb10064270i-001.jpg 

Ela só quer uma chance, para fazer a história deles diferente de tantas outras. Não quer esquecer, deixar para trás, ficar com o quase ou desistir. Ela quer a oportunidade de viver cada vez mais dias coloridos e fazer da vida dele um arco-íris também.
De todas as coisas que ela gosta nele, com certeza a que mais faz seus olhos brilharem é quando ele fala de maneira singular sobre como vê o mundo.
Ele acredita no equilíbrio, ela na sintonia. Eles compartilham em grande parte a forma de encarar a vida, o gosto pela música, pelas coisas simples e pela companhia um do outro.
Ele fala da natureza, de humanidades e do cotidiano. Ela conta sobre a vida, e suas inquietudes.  Eles conversam sobre tudo, quase nunca sobre eles e o futuro.
Ele vive um dia de cada vez, às vezes tão perto outras tão distante. Ela vive o presente e tem receio de imaginar o futuro. Ele presente de fim de inverno, de primavera, de aniversário, de Natal e quem sabe de Ano Novo.
Ela acredita que de alguma forma ele vai acordar um dia e enxergar o mesmo infinito que ela vê quando está em sua frente.
Há algum tempo ela descobriu que graças a ele a distância não é empecilho e voltou a sentir um sentimento adormecido e o peito apertado.
Ele, ela não sabe.
Outro dia ela chorou na frente dele, ela tem medo de que ele não lhe dê uma chance. Ele tem medo.
Beijos aos queridos.

Anúncios

10 Respostas to “Uma chance…”

  1. Azrael fevereiro 22, 2008 às 6:13 pm #

    Eu vivi isso, eu tinha medo dela nao me dar uma chance. Ela nao me deu… e o resto vc ja leu no meu blog 😉 segui em frente sem olhar para trás…

    Fico torcendo para a continua repetiçao dos seus dias coloridos e que nunca fique no “quase” mas sempre no “tudo” “completo”

    Boa sorte =)

  2. w.Moscolini fevereiro 25, 2008 às 11:59 am #

    Quantas vezes passamos e ainda passaremos por isso!!!???
    Espero que tenha sorte…

  3. thata fevereiro 26, 2008 às 9:15 pm #

    menina, vim retribuir a visita e adorei! a “ela” dos seus textos, muitas vezes, sou eu! 😉
    vou voltar, volta lá tb.
    bj

  4. Denis fevereiro 27, 2008 às 4:16 am #

    Déh, sem palavras, para seus posts…
    Muito bom mesmo, parabens xuxu!!!! Vc acabou de ganhar mais um visitante… hehehehhee

    bjssss querida…. 😉

  5. Sah fevereiro 27, 2008 às 1:28 pm #

    Uma chance para ser feliz.. uma chance de mandar o medo embora! Sempre temos essa chance ao alcance de nossas mãos? Eu suspeito que sim…

    Um grande abraço, Deh!

  6. Danny fevereiro 27, 2008 às 5:08 pm #

    O Amor é uma faca de dois gumes: amar é sofrer; não amar é sofrer mais.

    Beijão!

  7. Srta. Bia fevereiro 28, 2008 às 1:33 am #

    De certa forma o amor sempre dá uma chance a duas pessoas, mas só é possível concretizá-la se os dois aceitarem. Belo texto e mais um relato do medo de amar.

    Deh, vi sua dica de leitura e achei muito interessante, tudo a ver com esse texto também, vou procurar o livro Amor Líquido, thanks!

  8. Kash fevereiro 28, 2008 às 7:15 pm #

    A gente sempre adormece os amores no peito, enquanto cultivamos as dores latentes na alma…

    Gosto cada vez mais dos seus textos.

    São suaves e tocantes.

  9. mirabelle março 6, 2008 às 8:05 pm #

    mas ela so quer uma chance

    (e eu torço pra que tenha)

    ;*

  10. ricardo soares março 11, 2008 às 1:47 pm #

    às vezes as verdades batem como garoa fina , às vezes como chuva de granizo… gostei de sua visita… volte sempre…bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: