Troca comigo teus olhos?

7 abr

I
Certo dia, ela resolveu pedir a um amigo que trocassem os olhos. Sabia que o pedido era um tanto descabido, mas de um tempo para cá, os seus quase sempre inundados ou brilhantes, não conseguiam mais enxergar com nitidez quem era o inquilino persistente que mesmo ausente inquietava seu coração.
Depois de muita conversa, o grande amigo aceitou, mas antes se precaveu de que ela estava preparada para recebê-los.
Ela agradeceu, sabia que apenas ele faria um sacrifício sincero como este.

II
Dona de novos olhos, ainda em penumbra, viu com dificuldade que assim como lembrava, seu inquilino era belo, tinha nos cabelos o convite as suas mãos e os olhos mais lindos que já virá azulejando o dia.
Serena e a cada momento mais acostumada com o olhar invadido pela claridade e a compreensão mais nítida, viu algo diferente. O homem tão livre e firme de suas lembranças, era também menino frágil, confuso, que vive com a emoção nova contida, preso a velhos hábitos sem coragem de despertar.
A cada momento mais iluminada, voltou ao tempo e como no espelho se assistiu de frente: nas madrugadas solitárias sem notícias, nas perguntas alheias sem respostas e na constante insegurança de sua eterna espera.
Assustada com o que vira, devolveu ao amigo as pressas o que havia pedido, queria o que era seu de volta. Precisava enxergar como antes, sua saudade até do que não foi vivido ainda era o pouco que tinha.
O amigo relutante concordou em refazer a troca e a alertou de que nada adiantava, mesmo com seus olhos de volta, ela nunca mais poderia ver as coisas como via antes.
Ela discordou e trocou assim que pode.

III
Abriu um de cada vez com dificuldade, ardendo com a claridade, eles transbordaram. Diferentes dela que chorava de alívio, eles choraram porque sabiam que mesmo contra a vontade perderiam o brilho e ela se acostumaria novamente com a luz.

Beijos aos queridos!

E muitissímo obrigada pelos comentários carinhosos no post de Desabafo!

Trilha Sonora: To Love Somebody- Damien Rice e Ray Lamontagne

Anúncios

7 Respostas to “Troca comigo teus olhos?”

  1. azrael abril 7, 2008 às 7:07 pm #

    nao precisa mudar de olhos, mas de como se olha….

    de que adianta trocar de olhos se vc olhar pelo prisma da ilusao, da saudade, da tristeza?

    de que adianta trocar de olhos de vc nao quer ver a verdade e corre atras da outra “realidade”?

    As lágrimas podem ate embaçar a visão num primeiro momento, mas depois a deixam ainda mais limpa, sem a sujeira que nos faz apenas enxergar vultos….

  2. Anna Clara abril 7, 2008 às 11:11 pm #

    não vi só a luz do sol como a cor do céu.

    “Será mesmo, realmente
    amarelo o sol, e azul o céu
    por que não será lilás, vermelho
    ou quem sabe seja apenas som?”

    nada melhor pra dizer. continue com teus olhos. só os mantenha abertos.

  3. Gredilha abril 8, 2008 às 5:06 am #

    Parabéns pelo belo texto, a sua arte é bela…

    Que os olhos possam refletir com nitidez os nossos sentimentos e liberdades.

    Abraços : Poeta de rua
    Estrelando Soneto
    Politicando Brasil

  4. Elcio abril 9, 2008 às 5:57 pm #

    Gostei mt das imagens mentais criadas aqui.
    Parabens pelo feeling.

    É isso ai.
    Bjs

  5. mirabelle abril 9, 2008 às 6:53 pm #

    ahhhhh adoooro o que escreve!!!!

    parabeeens!

    bjaum

  6. Janja abril 10, 2008 às 11:55 pm #

    Muito legal Dehzinha!

  7. lili julho 8, 2008 às 2:58 pm #

    olha os meus olhos ai ki fofo!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: