Caio Fernando de Abreu fala por mim…

16 mar

850423611

Tenho trabalhado tanto, mas sempre penso em vc. Mais de tardezinha que de manhã, mais naqueles dias que parecem poeira assenta e com mais força quando a noite avança. Não são pensamentos escuros, embora noturnos…
Sabe, eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você. Eu queria saber até que ponto você não era apenas uma projeção daquilo que eu sentia, e se era assim, até quando eu conseguiria ver em você todas essas coisas que me fascinavam e que no fundo, sempre no fundo, talvez nem fossem suas, mas minhas, e pensava que amar era só conseguir ver, e desamar era não mais conseguir ver, entende?
Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu.
Mas se você tivesse ficado, teria sido diferente?
Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais — por que ir em frente?
Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia — qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê. Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido.

Tinha terminado, então. Porque a gente, alguma coisa dentro da gente, sempre sabe exatamente quando termina.

Mas de tudo isso, me ficaram coisas tão boas. Uma lembrança boa de você, uma vontade de cuidar melhor de mim, de ser melhor para mim e para os outros. De não morrer, de não sufocar, de continuar sentindo encantamento por alguma outra pessoa que o futuro trará, porque sempre traz, e então não repetir nenhum comportamento. Ser novo.
Mesmo que a gente se perca, não importa. Que tenha se transformado em passado antes de virar futuro. Mas que seja bom o que vier, para você, para mim. Te escrevo, enfim, me ocorre agora, porque nem você nem eu somos descartáveis.
. . . E eu acho que é por isso que te escrevo, para cuidar de ti, para cuidar de mim – para não querer, violentamente não querer de maneira alguma ficar na sua memória, seu coração, sua cabeça, como uma sombra escura.

Ouvindo: Ray LaMontagne – Write You A Letter

Beijos ao queridos…E agradecimento e licença poética ao Caio Fernando de Abreu que traduziu o sentimento em palavras…

Anúncios

15 Respostas to “Caio Fernando de Abreu fala por mim…”

  1. Srta. Bia março 16, 2009 às 1:20 am #

    Tenho o livro de cartas do Caio F. é uma mais linda que a outra, uma mais sentimental que a outra. Ele também me disse um monte de coisas desde que cruzei com ele pela primeira vez.
    E “querer ser exigências” talvez seja o verdadeiro desejo de amar.

  2. Lulu on the sky março 22, 2009 às 9:48 pm #

    Obrigada pela visita. Conheço alguns textos do Caio que traduz o sentimento com palavras lindissimas.
    Sucesso pra vc.
    Big Beijos

  3. ninavip março 23, 2009 às 6:46 pm #

    Caio Fernando Abreu realmente emociona.
    Tenho Inventário do Ir-remediável como um de meus livros prediletos.
    Ah, eu sou de touro, com ascendente em escorpião. A ordem inversa do que você também é. Adorei teu canto, voltarei sempre. Beijos.

  4. KaJu abril 11, 2009 às 10:28 pm #

    Incrivel como eu demorei para comentar aqui … rs! Linda, vc tem as palavras mais lindas e as sabe colocar na ordem e perfeição que o leitor reconhece. O Caio Fernando, inspira por si só … to amando cada palavra que conheço dele! bjo imenso

  5. azrael abril 15, 2009 às 7:52 pm #

    lindo texto… caio é foda

  6. Cris abril 20, 2009 às 5:50 am #

    Caio transborda emoção. Muito bacana o blog, certamente voltarei mais vezes.

    Abraço.

  7. Romero Cavalcanti maio 24, 2009 às 8:55 pm #

    Déborah,

    É sempre bom lhe visitar …

    Caio Fernando Abreu é uma escritor que mostra uma ” belíssima” visão dramática do mundo moderno.

    Mas…

    Ele disse: “Não, meu bem, não adianta bancar o distante: lá vem o amor nos dilacerar de novo…”

    Então…

    Djavan com a música Dia Azul fala por mim…

    A letra fiz um post… http://romerobv.blogspot.com/2009/05/um-olhar-de-amor-em-um-dia-azul.html

    A música vale a pena ouvir… http://blip.fm/profile/romerobv/playlist

    Abraço.

  8. claudia setembro 24, 2010 às 11:24 pm #

    Estive distante do mundo por muito tempo,tentando me reconstituir…
    Abandonei muitas coisa no caminho,menos o hábito da leitura,ainda que por meios virtuais.
    E hoje,aqui nesse momento estou transtornada,perdida entre prantos e uma mistura estranha de saudade…
    Essas palavras eu havia lido e me perguntei na época como é possível que ele consiga traduzir com tanta precisão os sentimentos..
    E lamento neste momento ñ conseguir fazer dessas palavras minhas palavras !
    e eu queria tanto poder….tanto!

  9. Taissa novembro 11, 2010 às 10:50 pm #

    Como ele consegue colocar todas as nossas angústias, pensamentos, emoções, em palavras tão simples e perfeitas?

  10. Jéssica novembro 29, 2010 às 6:09 am #

    querida a tradução desta musica você tem ???

  11. bibimafra maio 23, 2011 às 5:49 am #

    eu amo esse texto

  12. kaa julho 28, 2011 às 10:11 pm #

    Caio é inspiração.Viciei em seus textos e em sua facilidade de passar as emoções pro papel .
    lindo,lindo seu blog *–*

  13. jumartins outubro 2, 2011 às 3:12 am #

    caio é incrível. ❤

  14. marlucia dezembro 17, 2012 às 7:48 pm #

    perfeito

  15. marlucia dezembro 17, 2012 às 7:49 pm #

    lindo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: